Festas dos Santos Populares

Santos_Populares
As festas dos Santos populares remontam à época pré-cristã; povos ancestrais da Europa festejavam o solstício de verão, como forma de solicitar aos deuses pagãos, a fertilidade dos solos, dos homens e dos animais.
Com o Cristianismo, os rituais de cultos pagãos foram substituídos pelos festejos dos santos populares: Stº. António, S. João e São Pedro, festejados respetivamente a 13, 24 e 29 de Junho. Em Faro, foram muitos os locais onde se realizaram os festejos dos “Santos Populares.
Em outros tempos as fogueiras constituíam o grande ritual de devoção; nelas as moças solteiras realizavam as “sortes”, consultando os santos, sobre o futuro. Localizavam-se, às portas das casas, ou num arraial, com mastro e baile com música popular tradicionalmente ao som do acordeão.
Os “combates de carretilhas”, mastros e ruas enfeitadas com bandeirinhas de papel de seda e balões, caracterizavam também esta época.
Outro dos rituais associados a estes festejos respeita à gastronomia típica: sardinhas assadas e caracóis.