Ilha da Culatra – Aldeia de pescadores e mariscadores

Este slideshow necessita de JavaScript.


A ilha pertence ao Concelho de Faro, sendo constituída pela Culatra, Hangares e Farol.

Existem três associações: Clube União Culatrense, Associação de Moradores da Ilha da Culatra e Associação de Nossa Senhora dos Navegantes.

O povoamento permanente da ilha terá sido em finais do século XIX. No início, a pesca centrava-se nas armações da sardinha e do atum. Mais tarde, em artes como: sacadas, alcatruzes, murejonas, covos, aparelho de anzol, redinha, e tapa-esteiros entre outras, utilizavam embarcações a remos e/ou à vela, em madeira (botes, dóris, lanchas, chatas e saveiros). Hoje, as artes predominantes são as redes de tresmalho e de emalhar e os barcos utilizados são em fibra e motorizados. A apanha de marisco é mais um complemento na economia local.

As casas tradicionais eram feitasem “barrão” e até início da década de 90, iluminadas por candeeiros a petróleo e geradores. A água vinha dos poços que construíam.

Os principais eventos são: a “Festa do Dia da Ilha”, a “Festa de Nossa Senhora dos Navegantes”.